Corregedoria Geral de Justiça do TJPB constata ações positivas pelo interior do EstadoCorregedoria Geral de Justiça constata ações positivas pelo interior

13 de agosto de 2013

Warning: Division by zero in /opt/app/src/wp-content/themes/corregedoria-2/single.php on line 29

Os magistrados do Tribunal de Justiça da Paraíba têm demonstrado que estão interessados no envolvimento da sociedade na busca pela excelência na prestação jurisdicional. Algumas práticas positivas com esse propósito foram constatadas e reconhecidas pela Corregedoria Geral de Justiça (CGJ), durante os trabalhos de correição, revisão, auditagem e orientação dos juízes e servidores, por todo o Estado.

Essas iniciativas têm, basicamente, o foco de descobrir o que os cidadãos esperam do Judiciário e como aperfeiçoar os serviços do Judiciário. Um dessas medidas partiu do juiz da 3ª Vara de Sapé, Antônio Maroja. Ele criou uma espécie de ouvidora em sua unidade, onde os interessados podem depositar sugestões, reclamações e elogios a respeito do serviços judiciais.

“Esse canal de comunicação realmente funciona. Recebemos muitas informações de como está nosso trabalho e onde podemos nos aperfeiçoar. Também recebemos elogios. O jurisdicionado é a nossa principal preocupação. Então, temos que trabalhar em função deles”, comentou o magistrado.

Para a técnica judiciária, Joanine Gisele Lugo, a medida adotada em sua unidade judiciária tem trazido um retorno significativo em todos que trabalham no cartório. “Hoje, nós sabemos o que as partes, advogados e os moradores da cidades acham sobre nosso desempenho. Isso nos trouxe mais incentivo”, comentou

Outra ação inovadora foi a do juiz da comarca de Araruna, Rusio Lima de Melo. Lá, o magistrado criou um link onde o advogados ou parte em algum processo pode enviar um e-mail para o endereço araruna-forum@hotmail.com. O texto será lido pelo próprio juiz e respondido em até três dias. “Esse endereço tem facilitado muito o andamento processual e diminuindo o movimento em cartório. Assim, nossos servidores têm mais tempo e espaço para se dedicar às tarefas relativas a despachos e sentenças, entre outras obrigações”, destacou o julgador.

Por outro lado, Rusio de Melo criou um informativo impresso, que traz as principais notícias do Judiciário em sua comarca. Segundo ele, o informativo estreia uma nova fase de comunicação entre o Poder Judiciário com população das cidades de Araruna, Tacima e Riachão, constituindo-se em um canal de divulgação das ações da Justiça nesses municípios.

“O objetivo da Direção do Fórum local é permitir que o cidadão tenha conhecimento básico do funcionamento da justiça, bem como o acesso às notícias e acontecimentos, para que possa melhor exercer a sua cidadania, tudo de uma forma simplificada e clara, com linguagem de fácil compreensão”, destacou o magistrado.

Segundo o corregedor-geral de Justiça, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, essas iniciativas estão acontecendo constantemente em todos os cantos da Paraíba e precisam ser reconhecidas. “São juízes que resolveram, por conta própria, ouvir diretamente a população dos seus respectivos municípios e tetam resolver seus problemas de forma rápida e eficaz”, confirmou o corregedor.

Gecom – Fernando Patriota