Corregedoria disponibiliza na internet link com conteúdo do Planejamento Estratégico

31 de janeiro de 2014

Warning: Division by zero in /opt/app/src/wp-content/themes/corregedoria-2/single.php on line 29

Já está na página da Corregedoria-Geral de Justiça (corregedoria.tjpb.jus.br) todo o conteúdo do Planejamento Estratégico do órgão. Aprovado por unanimidade pelo Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba, o texto tem como slogan “Justiça se faz com otimização e ética” e acompanha as mais novas tendências de administração pública, no que tange a eficiência e modernidade.

Os interessados em acessar a íntegra do Planejamento Estratégico da Corregedoria basta clicar no link específico, que está localizado na parte inferior esquerda do site da Corregedoria. Lá, também, estão disponíveis as tabelas do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e uma janela sobre o concurso para as serventias extrajudiciais. “Essa é mais uma ferramenta direta de comunicação com a sociedade. Nossa administração tem um elo permanente com a transparência”, comentou o corregedor-geral de Justiça, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos.

O magistrado disse, ainda, que o Planejamento Estratégico nasceu de forma totalmente democrática e participativa e com prioridade na continuidade da administração, já que seu alcance vai até 2018. “Por outro lado, durante as reuniões, tivemos a preocupação de chamar desembargadores que devem ser os próximos corregedores, sindicatos e associações dos servidores, da Associação dos Magistrados da Paraíba, da OAB, e do Ministério Público”, destacou Márcio Murilo.

Dentre os principais pontos do planejamento estratégico da Corregedoria estão: sintomia com as ações do Tribunal de Justiça da Paraíba, cumprimento das orientações do Conselho Nacional de Justiça, redefinir a estrutura da Corregedoria, desenvolver programas de PJE administrativo, digitalizar o arquivo, simplificar a comunicação entre juízes, advogados, Ministério Público OAB e Corregedoria. “Muitas dessas ações já estão em prática”, adiantou o corregedor.

Os juízes corregedores auxiliares, Meales Melo, Carlos Sarmento e Rodrigo Marques Silva Lima acompanharam de perto todas as fases do planejamento. A equipe lembrou que os termos estão em harmonia com as diretrizes adotadas pelo TJPB e atende a Meta 01/12, do Colégio de Corregedores Gerais dos Tribunais de Justiça, durante o 58º nacional do Encoge. O conteúdo do planejamento vale para os próximos cinco anos (2013 a 2018).

Os magistrados ressaltaram que o planejamento estratégico vem se revelando como importante etapa do modelo de gestão institucional adotado pelo Poder Judiciário brasileiro. “Essa ferramenta permite o aprimoramento para a melhorar o desempenho no ambiente que está inserido”, disse Meales. O planejamento estratégico da Corregedoria foi um projeto da professora Ana Lúcia Carvalho.

Por Fernando Patriota